Resultados dos Estudos Arqueológicos da Linha de Transmissão EOL Ventos de Santa Eugênia x Gentio do Ouro II 500 kV – BA

PROJETO

Avaliação de Impacto ao Patrimônio Arqueológico da Linha de Transmissão EOL Ventos de Santa Eugênia x Gentio do Ouro II 500 kV

DADOS IPHAN

Processo n.º 01502.001949/2019-57

Autorização por meio da Portaria n.º 62, de 9 de outubro de 2020. Publicada do Diário Oficial da União nº 196, 13 de outubro de 2020.

LOCALIZAÇÃO

Municípios de Ibipeba e Gentio do Ouro – BA

EMPREENDIMENTO

Linha de Transmissão EOL Ventos de Santa Eugênia x Gentio do Ouro II 500 kV

ANO DA PESQUISA

2020

RESULTADOS

A pesquisa é feita para identificar se há a presença de vestígios arqueológicos, buscando, assim, delimitar, quantificar, caracterizar e avaliar o impacto do empreendimento. Foram realizadas atividades de caminhamentos extensivos, percorrendo a pé a área diretamente afetada (ADA) do estudo; combinados a abordagens oportunísticas; e prospecção intensiva de subsuperfície, com a escavação de 96 sondagens, com poços-testes de 30cm de diâmetro e até 1m de profundidade; e identificados: 02 Áreas de Bens Arqueológicos Móveis (BAM); 03 Sítios Arqueológicos, contendo pinturas rupestres, além de 01 Área de Bem Cultural Histórico, além dos 02 Sítios Arqueológicos identificados na etapa anterior.

SÍTIO ARQUEOLÓGICO

As Áreas de Bens Arqueológicos Móveis correspondem a artefatos líticos lascados encontrados durante as atividades de caminhamento. E a Área de Bem Cultural Histórico se refere a um Muro de Pedra constante e contínuo, localizado na ADA do empreendimento.

  • Sítio Arqueológico Quartzo da Vertente: composto por artefatos líticos e bens materiais históricos. Nele, foram encontradas lascas em Quartzo Hialina, provavelmente relacionados a antigas cavas de mineração;
  • Sítio Arqueológico Gentio do Ouro: um sítio arqueológico de pinturas rupestres, contendo um único painel com pinturas em organização geométrica e na coloração vermelha, de 1,05m de comprimento e 1,0m de altura, associadas à tradição São Francisco;
  • Sítio Arqueológico Mirorós I: sítio de pinturas rupestres, composto por três painéis, com formação de abrigo e, provavelmente, referentes à tradição São Francisco, por conter figuras com representação geométrica correspondentes a seres humanos, animais e astros, além de serem, predominantemente, em coloração vermelha, com traços em amarelo e preto. As atividades de escavação resultaram em alguns materiais arqueológicos com cerâmicas, lítico e carvão, em até 40 centímetros de profundidade;
  • Sítio Arqueológico Mirorós II: sítio com pinturas rupestres em coloração vermelha e formas geométricas humanas, típicas da tradição São Francisco;
  • Sítio Arqueológico Veredas: sítio com dois painéis de pinturas rupestres, em coloração vermelha e figuras de humanos em formas geométricas. Há também representações de animais e algumas com carimbos de pés;
  • Sítio Arqueológico Gameleira do Assuruá: painel com 36cm de comprimento e 39cm de largura, com representações típicas da tradição São Francisco.
   GALERIA DE FOTOS DO CAMPO

O processo completo pode ser consultado no Sistema Eletrônico de Informações – SEI do Iphan.

Acesse aqui mais informações sobre o contexto da pesquisa e o conhecimento arqueológico em Gentio do Ouro e Ibipeba.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s